Quadro de Francis Bacon é leiloado por R$ 142 milhões

.

Quadro de Francis Bacon é leiloado por R$ 142 milhões
Obra foi apresentada em um leilão pela primeira vez e foi a mais cara da coleção que foi leiloada na noite desta segunda-feira (14). Retrato pintado por Francis Bacon é leiloado por mais de R$ 140 milhões

Reprodução/Sotheby's

Uma obra do pintor britânico Francis Bacon foi vendida na segunda-feira por US$ 27,7 milhões (R$ 142 milhões, na conversão), a mais cara da coleção de arte contemporânea leiloada pela Sotheby's, na primeira noite das vendas de primavera (hemisfério norte, outono no Brasil), que totalizaram US$ 234 milhões (R$ 1,2 bilhão).

Embora tenha ficado abaixo dos US$ 30 milhões que a Sotheby's havia avaliado, esta foi a primeira vez que o retrato foi apresentado em leilão, o primeiro de uma série de 10 que o pintor fez do seu grande amor George Dyer, entre 1966 e 1968.

O preço pago está longe do recorde de US$ 70,2 milhões por uma obra de Bacon.

Outra estrela da noite foi a pintora americana Joan Mitchell, que lidera a revalorização da pintura de artistas femininas.

Sua obra "Noon" foi vendida por US$ 22,6 milhões (R$ 116 milhões de reais), mantendo a tendência de alta iniciada em novembro, quando duas obras da artista da "segunda geração" do expressionismo abstrato americano ultrapassaram pela primeira vez a marca de US$ 20 milhões. Seu recorde é de US$ 29,1 milhões.

A noite bateu outros recordes, como os US$ 19 milhões (R$ 98 milhões) pagos por uma obra criada por Andy Warhol e Jean-Michel Basquiat, o preço mais elevado para uma colaboração deste tipo, além dos quase US$ 23 milhões pagos por uma obra do italiano Lucio Fontana e US$ 15 milhões por uma escultura de Frank Stella.

Retrato de Marilyn Monroe feito por Andy Warhol é leiloado pelo equivalente a R$ 1 bilhão