Betinho destaca fator emocional como preponderante no desafio entre Barça de Ilhéus e Itabuna

Sem o Colo Colo, campeão baiano de 2006, cabe ao Barcelona representar Ilhéus no Clássico do Cacau contra o Itabuna nesta quarta-feira (14), no Mário Pessoa, pelo Baianão.

Betinho destaca fator emocional como preponderante no desafio entre Barça de Ilhéus e Itabuna
Sem o Colo Colo, campeão baiano de 2006, cabe ao Barcelona representar Ilhéus no Clássico do Cacau contra o Itabuna nesta quarta-feira (14), no Mário Pessoa, pelo Baianão. A Onça quer se manter no G-4, enquanto o Itabuna quer fugir da zona de rebaixamento.

Sem olhar para a atual posição das equipes na tabela, o técnico Betinho, do Barça, acredita que o fator emocional é que fará a diferença no resultado.

"Nós não vamos ganhar fácil porque estamos na parte de cima da tabela e eles não vão perder fácil. É o emocional na hora do jogo que decide. Precisamos ir jogo a jogo nestas três últimas rodadas e o confronto com o Itabuna é tão importante quanto o último. Vamos gastar toda nossa energia nesta partida, buscar os três pontos e depois teremos uma semana para recuperar", disse.

O experiente treinador também cobrou foco dos jogadores nessa fase decisiva.

"Dentro do treino, sempre cobro isso deles para não dispersar, cobrando em cima e intensificando a não enfraquecerem. É este jogo que vai nos manter no G4", pontuou.

Com dez pontos, o Barcelona de Ilhéus é o quarto colocado. Já o Itabuna tem seis e está no oitavo lugar.