VÍDEO: Fundador da banda Mastruz com Leite é acusado de importunação sexual

O ex-empresário e fundador da banda de forró Mastruz com Leite, Emanoel Gurgel, de 71 anos, está sendo investigado pela Polícia Civil do Ceará (PCCE) por crime sexual.

VÍDEO: Fundador da banda Mastruz com Leite é acusado de importunação sexual
O ex-empresário e fundador da banda de forró Mastruz com Leite, Emanoel Gurgel, de 71 anos, está sendo investigado pela Polícia Civil do Ceará (PCCE) por crime sexual. O caso, revelado pelo Diário do Nordeste, foi denunciado à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Fortaleza e aconteceu no dia 19 de junho, às 5h25, em um edifício residencial na capital cearense.

???? Ex-empresário do forró Emanoel Gurgel é investigado por suspeita de importunação sexual em elevador; saiba mais: https://t.co/iPIXxbFTJV pic.twitter.com/fgsIqgfd5Q

— Diário do Nordeste (@diarioonline) July 9, 2024

Maria Palmira Saraiva, de 67 anos, relatou que estava no elevador quando Emanoel entrou e logo após uma breve conversa pegou as mãos dela e apalpou o seio.

"Eu ia descer, mas o elevador começou a subir. Quando parou, ele entrou e já veio puxando assunto. Pegou na minha mão e perguntou: quem faz sua unha? Eu disse que era eu mesma que fazia. Logo depois ele avançou no meu peito e eu falei: epa, aqui não. Aí ele desconversou e quando o elevador abriu ele ainda perguntou se eu não ia com ele. Saí atordoada procurando ajuda."

A publicação mostrou com exclusividade um vídeo do momento exato da importunação sexual cometida por Emanoel, que afirmou ter sido surpreendido pela denúncia.

Por meio de nota, o ex-empresário disse ter alertado a senhora sobre os riscos do tabagismo e declarou ser inocente. "Ele esclarece que tentou apenas alertar a senhora sobre os riscos do tabagismo, citando que seu próprio pai faleceu devido a isso. Não houve qualquer tipo de postura indevida".

A equipe jurídica ainda frisou que Emanoel é uma pessoa íntegra, casada e com 7 filhos. "Ele afirma que é inocente e que a verdade prevalecerá. E agradece o apoio de todos durante este momento. Os advogados de Emanoel esclarecem ainda que o inquérito corre em segredo de justiça e que seu cliente ainda não foi notificado da suposta acusação".