Show "Tô Voltando", de Simone, chega ao Rio dia 19

A cantora Simone, que no ano passado completou 50 anos de carreira, segue na estrada com a turnê "Tô Voltando", inaugurada justamente por conta da data comemorativa.

Show

A cantora Simone, que no ano passado completou 50 anos de carreira, segue na estrada com a turnê "Tô Voltando", inaugurada justamente por conta da data comemorativa. No próximo dia 19, a partir das 22h30, a baiana, que em 2023 foi homenageada na festa do Latin GRAMMY (pelo conjunto da obra), se apresentará na casa de shows Ribalta, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Este será um dos últimos shows da turnê.

"Tô Voltando" percorre, clássico por clássico, hit por hit, a trajetória artística da cantora. O roteiro faz um apanhado das grandes canções que ela lançou nessas cinco décadas — compostas por nomes como Milton Nascimento, Ivan Lins, Sueli Costa, João Bosco, Martinho da Vila, Gonzaguinha e Chico Buarque, entre tantos outros. O espetáculo tem direção musical de Pupillo e direção geral de Marcus Preto.

Fazem parte do show como "O Que Será (À Flor da Terra)" (Chico Buarque), "Jura Secreta" (Sueli Costa/ Abel Silva), "Começar de Novo" (Ivan Lins/ Vitor Martins), "Encontros e Despedidas" (Milton Nascimento/ Fernando Brant), "De Frente pro Crime" (João Bosco/ Aldir Blanc) e, claro, "Tô Voltando" (Maurício Tapajós/ Paulo César Pinheiro). Também está no roteiro sua primeira interpretação de Simone para "Divina Comédia Humana", canção que Belchior escreveu para a cantora lançar no álbum “Face a Face” (1977), mas que acabou ficando de fora do álbum.

A banda de Tô Voltando conta com um time primoroso de jovens músicos que, sob a batuta de Pupillo, atualizaram os arranjos sem que se perdesse as características — solos, introduções — que são tão memoráveis quanto as próprias letras e melodias. Quem acompanha Simone são Fábio Sá (baixo), Filipe Coimbra (guitarra e violão), Chico Lira (teclados), Ronaldo Silva (bateria) e André Siqueira (percussão)”, afirma Marcus Preto.